Matéria – Uma visão química e filosófica

Matéria é tudo aquilo que possui massa e ocupa lugar nos espaço.

A matéria pode não ser visível, como muitos gases. Estes também, têm massa e ocupam lugar no espaço e, conseqüentemente, apresentam volume. Isso pode ser comprovado quando enchemos os pulmões com ar ou fazemos uma bolha de sabão.

Uma porção limitada de matéria constitui um corpo. Se esse corpo apresentar uma aplicação prática para o homem, ele será denominado objeto.

Ex.:

O universo é material e dá origem a árvore que é uma matéria.

A árvore (matéria) dá origem a madeira que é um corpo.

A madeira (corpo) dá origem a mobilia de madeira que é um objeto.

Este ultimo é denominado um objeto por ter uma finalidade pratica para o homem e a mulher, como por exemplo: uma cadeira, uma mesa ou um armário de madeira. Todos eles possuem uma função prática para os seres humanos, a cadeira para sentar, a mesa para comer, o armário para guardar utensílios domésticos.

Podemos notar que tais afirmações tem ligações diretas as citações filosóficas de Aristóteles, referentes as quatro causas. Estas são:

Causa Material – Aquilo do qual se faz uma coisa, como a argila.

Causa Formal – A coisa em si, sua forma, sua projeção. Como um vaso feito com argila.

Causa Motora – Aquilo que dá origem ao processo em que a coisa surge, como as mãos de quem trabalha a argila, formando a partir da mesma o vaso.

Causa Final – A finalidade de criação daquela coisa, sua aplicação pratica para os seres humanos, de que eles são úteis, para que são usados. Como por exemplo, o vaso de argila para enfeitar a sala e portar flores.

Quanto a Aristóteles podemos destacar alguns pontos interessantes de sua visão filosófica, como:

Essência – É algo sem o qual aquilo não pode ser o que é, o que dá identidade ao ser, o que é essencial para sua existência.

Ex.: Um livro sem nenhum tipo de letra não pode ser um livro.

Acidente – É algo que pode ser inerente ou não ao ser, mas que, mesmo assim, não se descaracteriza o ser por sua falta. É algo que um ser possui que mesmo diferente de outro ser como ele, não o desclassifica como sendo aquele ser.

Ex.: Uma flor com um tamanho superior ou inferior ao de outra flor da mesma espécie, mesmo sendo uma grande ou pequena flor, não deixará de ser uma flor.

Potência – é algo que virá a ser, um futuro visualizado, como a de um estudante que visualiza sua futura profissão

Ato – É uma ação, é algo que já está concretizado, como um profissional que atua na área que no passado escolheu.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: