Surgimento do Sistema Monetário

Nos primórdios da existência humana as pessoas viviam em harmonia com a natureza e tiravam dela o necessário para o próprio sustento.

Com a evolução tecnológica, surgiram formas para o acumulo de riquezas, sejam elas terras ou metais preciosos e mercadorias. Estes acúmulos propiciaram a construção de uma sociedade mais complexa, baseada em relações político-econômicas que por levantar inúmeros interesses geravam grandes choques, o que tornava as guerras com base na economia cada vez mais comum.

Mas para explicar o surgimento do sistema monetário é necessário voltarmos a época do feudalismo, um marcante exemplo da importância da terra.

O feudalismo foi um sistema predominante na Europa da Idade Média, que se caracteriza pela economia em torno do feudo (terra). Era uma relação de vassalagem entre os senhores de engenho e seus subordinados. O poder sobre a terra representou o principal fator que diferenciava os membros daquela sociedade. Assim os senhores eram os proprietários das terras e os servos aqueles que não eram donos de terra alguma.

Com o passar do tempo a delimitação territorial dos feudos impôs um período de pequena locomoção da população, menor número de conflitos e desenvolvimento de técnicas agrícolas.

Esses e outros demais fatores contribuíram para o crescimento da população, que passava a exercer forte pressão por meios de subsistência nos feudos. Com a permissão dos senhores para a saída dos feudos, os servos se reúnem e criando uma vila comercial própria denominada Burgos, daí o nome Burguesia ou Burgueses. Naquela época o comercio nos burgos era efetuado por escambos, isto é, por troca de mercadorias, porém, este tipo de comercio tinha um grande problema, como o mesmo era feito através de um sistema de trocas de mercadorias, não existia uma forma justa para avaliar a troca, assim surgi a necessidade de um sistema, mas eficaz de comercio, para torná-lo mais justo e padronizado. Finalmente são desenvolvidos os primeiros sistemas monetários, com isso o feudalismo perde o seu poder para uma nova classe que enriquece cada vez mais com o comércio: Os Burgueses.

  1. Bom texto

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: